Mooji
Donate

Obrigado medo, por expores aquilo que eu não sou

09 Apr, 2018 | 20:38 | Kit de Apoio ao Convite

Neste excerto, um questionador expõe que, em vez de uma sensação de abertura, ele nota a presença de sentimentos de medo e constrição que parecem impedir o seu progresso desde o princípio do retiro. O questionador explica: assim que uma revelação acontece, a mente parece surgir para interrompê-la.

Moojibaba pergunta: “Há mais algum espaço nesse cenário? Não há um espaço mais profundo fora da bolha desse cenário?”

“Esse espaço, tal como o espaço, não abre nem fecha. Ele apenas está presente.”

Moojibaba encoraja-nos a usar o medo para descobrirmos quem está a sofrê-lo. “Continua a olhar, continua a olhar e limpa a tua casa. Sempre que desejares, podes fazê-lo.”

Este vídeo tem tradução simultânea em português de Portugal.

~

Excerto do satsang:
Obrigado medo, por expores aquilo que eu não sou
Zmar, Portugal ~ 25 de Setembro de 2017